Domingo, 20 de Setembro de 2020
11 99788787
Saúde Pandemia

Gráfico animado mostra evolução da mortalidade por Covid-19 nos estados

Preocupação com número de óbitos por habitante se moveu de eixo Sudeste/Norte para Nordeste/Centro-Oeste

31/07/2020 09h27 Atualizada há 2 meses
44
Por: Redação
Gráfico animado mostra evolução da mortalidade por Covid-19 nos estados

SÃO PAULO — Com a epidemia de Covid-19 matando no Brasil já há quatro meses e meio, uma análise de como ondas da doença passaram por diferentes estados mostram uma mudança de tendência na ocorrência de óbitos por habitante. Em um gráfico interativo animado produzindo pelo GLOBO, é possível ver como alguns estados onde a epidemia era mais preocupante no início foram sendo superados por outros em taxa de mortalidade.

Além do fenômeno de interiorização do coronavírus, com a incidência da doença se movendo de centros urbanos grandes para os pequenos, o Brasil viveu um deslocamento regional da mortalidade da epidemia, ao longo de quatro meses. Essa movimentação é visível quando se olham os números mensais de óbitos por habitante registrados pela doença em cada estado.

Enquanto as mortes por Covid-19 impactaram sobretudo as regiões Sudeste e Norte do país em abril e maio, em junho e julho o coronavírus matou acentuadamente no Nordeste e no Centro-Oeste. O Sul é a região com menores índices per capita, mas a única onde a mortalidade relativa pelo vírus subiu consistentemente em todos os meses.

Em cada região, há exceções individuais entre as unidades da federação. No Nordeste, o Ceará, que viveu uma onda intensa de epidemia antes dos vizinhos, viu uma desaceleração em julho. No Norte, Roraima viu a incidência crescer muito nos últimos dois meses, enquanto na região outros estados já tinham visto a pior situação em maio.

Ontem, após registrar 58.271 diagnósticos confirmados de coronavírus em um único dia, o Brasil chegou à marca de 2.613.789 casos. Os números foram levantados pelo consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que reúne informações das secretarias estaduais de Saúde.

-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Terça (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Mais lidas
Anúncio
Anúncio
Anúncio